Notícias

03 Abr 2019 | 11h02

Expojovem Castrolanda fecha com chave de ouro em Leilão recorde de vendas

A Expojovem Castrolanda encerrou no sábado (23/03) com um Leilão recorde de negócios. A 19ª edição do Leilão de Gado Leiteiro Castrolanda realizado pela Unidade de Negócios Leite da Cooperativa, vendeu 46 animais com média de R$ 9.100,00. O leilão anterior realizado em novembro do ano passado atingiu R$ 7.466,00 de média. “A Expojovem Castrolada superou nossas expectativas e o Leilão contribuiu muito para isso. Foram quase 20% a mais em relação ao volume de vendas do último evento e o nosso objetivo é esse superar as expectativas tanto dos produtores como da organização, queremos cada vez mais destacar a nossa região, os nossos animais e todo o nosso potencial produtivo”, disse o Gerente de Negócios Leite, Eduardo Marqueze Ribas.
 
O animal mais caro foi vendido pelo cooperado Marcos Paulo Kassies por R$ 18.900,00. A novilha CAMPOLAT SOLARIS HALLIE 3411. O evento, realizado no recinto de leilões do Parque de Exposições Dario Macedo recebeu cerca de 150 pessoas entre cooperados e convidados. Para Johnny Eduardo Dias de Moraes, da equipe comercial Negócios Leite, organizar o evento foi um grande desafio. “Preparamos um ambiente aconchegante, familiar e descontraído. Nos desafiamos a dar uma cara nova para o tradicional leilão e melhor, levamos aos produtores animais de qualidade e o resultado foi ótimo”.
 
Ronald Rabbers, cooperado Castrolanda e integrante do Comitê de Bovinos abriu o evento e destacou as atividades da semana da Expojovem Castrolanda. “O Leilão fecha as atividades dessa semana na Cidade do Leite após dias de Road Show e Julgamentos das Raças Holandesa e Jersey e também o Clube de Bezerras. Abrimos o circuito de exposições do ano da Raça Holandesa, para nós foi uma grande honra e o Leilão sem dúvida oportunizou comprar animais de ponta para época de formação de cota e também vender o excedente dos rebanhos estabilizados. Vemos oportunidade para o nosso negócio neste ano com preços de leite em alta e níveis acima de dezembro do último ano”.

O leiloeiro Marcelo Pardini, de Jacareí (SP) participou pela primeira vez de um evento na Castrolanda. “A organização me recebeu muito bem, dispensou toda atenção na organização do remate e isso fez com que o trabalho fosse realizado num clima de harmonia e felicidade, algo que só é possível quando colocamos amor em nossas ações”.Com esta tônica, começou o Leilão ressaltando a importância de trabalhar prol de um novo Brasil. “Temos no agronegócio o seu maior sustentáculo, tendo a cadeia leiteira ampla importância neste cenário”.

Pardini relatou que em seu trabalho de leiloeiro rural procura estudar os pedigrees dos animais apregoados, bem como assimilar as novidades genéticas, zootécnicas e mercadológicas propostas pelos criadores. “Reitero que o bom desenvolvimento desse serviço só se concretizou devido a afinada parceria com o médico veterinário
Hilton Ribeiro, profundo conhecedor das raças leiteiras, e que me deu total respaldo quanto às informações técnicas das vacas apresentadas”, destacou.

Pardini também destacou a região de Castro, conhecida pela alta qualidade dos animais. “O nível dos animais do leilão veio ao encontro da expectativa geral, conferindo a todos a certeza de bons negócios. O mercado é soberano, responsável por precificar os lotes, então, a média aferida no leilão reforça o velho ditado: o que é bom não custa, vale! Prova disso foi a vaca do selecionador Marcos Paulo Kassies, cuja qualidade superior e a apartação equânime despertaram o interesse dos compradores, culminando na venda do lote mais valorizado do pregão, a vaca Campolat Solaris Hallie 3411 (Seagull-Bay-MJ Solaris-ET x Campolat Dolman Boneca 2830 TE), comercializada por R$ 18.900,00 para o criador Roelof Petter. Do mesmo criador veio a também disputada Campolat Josuper Habibah 3396 (Uecker Supersire Josuper-ET x Campolat Goldenboy Doroti 3094), adquirida por Fernando Sleutjes pelo preço final de R$ 16.500,00. Em outras palavras, grandes produtores, fazendo altos investimentos e, sobretudo, valorizando a cadeia leiteira”.

O leiloeiro avaliou que o 19º leilão teve alta liquidez, com preço médio superior a R$ 9 mil. A procura maior se deu por fêmeas da raça Holandesa, mas há de se destacar que os lotes de Jersey e Jersolando tiveram quase 100% de comercialização, obtendo boas cotações.
E concluiu, o leilão foi agradável, sendo rápido, objetivo e dinâmico. “Tudo muito bem organizado e em clima festivo. Novamente, parabenizo a organização e os produtores. Juntos somos fortes! Unidos, fazemos a diferença em prol do agronegócio”.
 
A Expojovem Castrolanda aconteceu entre os dias 21 a 23 de março, na Cidade do Leite. Essa foi a 8ª edição do evento que a partir desse ano é considerado a abertura da programação do Agroleite 2019. Todos os resultados estão disponíveis no site www.agroleitecastrolanda.com.br

SAC - Serviço de Atendimento Castrolanda
0800.421050 | 42 3234.8000