Segurança

Francis Eduardo Grigolo
Supervisor de SEESMT
francis@castrolanda.coop.br

SEGURANÇA: Seminário traz especialistas para troca de experiências da visão sistêmica da liderança

22 Jul 2015 | 17h29
A manhã de hoje (22/07) na Castrolanda foi dedicada a Segurança. Uma visão sistêmica da liderança foi tema do 1º Seminário de Segurança e Saúde no Trabalho com a participação de grandes profissionais. Lilian Casagrande, da Cargill, Regional EHS Manager Safety (A), o Meritíssimo Juiz Federal do Trabalho José Guido Teixeira Junior e também o Supervisor do SEESMT na Castrolanda, o engenheiro Francis Eduardo Grigolo.

PROGRAMAÇÃO – O 1º Seminário de Segurança e Saúde no Trabalho fez parte da programação oficial da Sipat 2015 e reuniu lideranças da Cooperativa, Diretores, Gerentes, Coordenadores, Supervisores, Assessores e Encarregados.  “Muito além de atender aos requisitos legais de segurança e saúde no trabalho, busca-se o desenvolvimento de uma cultura prevencionista direcionada as lideranças. O foco da Castrolanda é a partir de 2015, que todos os líderes tomem suas decisões pautadas nas analises dos impactos financeiros, de segurança, de saúde ocupacional, de qualidade dos produtos/serviços e ambientais”, disse Francis Eduardo Grigolo, supervisor de Segurança do Trabalho na Castrolanda.
 
CULTURA – Marco Antonio Prado, Diretor de Operações relembrou o lançamento do Sistema de Gestão Integrado da Castrolanda há dois anos. “O SGI é um conceito antigo que há dois anos a Diretoria nos deu condições de implantar. Nós estamos num ano difícil em que todos acompanham através dos jornais o momento da economia brasileira, ano em que reavaliamos o orçamento, porém gostaria de reafirmar que o orçamento de segurança foi inteiramente preservado”, garantiu Marco.
Ele também disse que a implantação da cultura da Segurança no dia a dia dos colaboradores não é um processo rápido, porém serão dadas todas as condições para desenvolver o melhor trabalho. “Estamos num caminho inicial de maturidade em Segurança do Trabalho na Castrolanda, mas dispostos a implantar as melhores práticas para colhermos frutos num futuro próximo”.
 
ACIDENTE ZERO – “É fácil trabalhar com segurança dentro da Cargill”, disse Lilian quando informou que a meta na empresa é acidente zero. Ela mostrou o programa da Cargill traçado até 2020 e os princípios que norteiam o setor. “O nosso compromisso é garantir que todos os colaboradores retornem bem para seus familiares”, enfatizou.
 
Para o Juiz do Trabalho, José Guido a empresa não deve economizar em segurança. “Não há crise que resista ao trabalho. Neste setor não pode haver economia, e há de observar que uma atitude sem esta consciência pode sair muito mais cara para a empresa”, comentou.
 
ANO DA SEGURANÇA - Na Castrolanda o ano de 2015 é dedicado a ser um marco inicial para Segurança do Trabalho. Uma série de ações está prevista ao longo do ano sobre reflexões e mudanças de comportamento que vão nortear a cultura da Castrolanda. 

NOSSAS PUBLICAÇÕES

SAC - Serviço de Atendimento Castrolanda
0800.421050 | 42 3234.8000