• Dólar Comercial - R$ 3,1700
  • Dólar Paralelo - R$ 3,3500
  • Dólar Turismo - R$ 3,3170
  • Dólar Ptax - R$ 3,1673
  • Euro x US$ - US$ 1,17899
  • Euro X R$ - R$ 3,7370

Notícias

11 Ago 2017 | 14h48

Sistema de Monitoramento Integrado ganha Hackathon Agroleite

O Hackathon Agroleite reuniu 42 profissionais das áreas de tecnologia de informação, de design e da cadeia do leite no fim de semana de 4 a 6 de agosto. Os participantes dividiram-se em nove equipes e durante 36 horas desenvolveram projetos tecnológicos voltados a solução de problemas da cadeia do leite.
           
A missão mais difícil da maratona aconteceu na tarde de domingo: defender o projeto em apenas 5 minutos para os jurados. A banca avaliadora era formada pelo produtor e cooperado Ronald Rabbers, Gerente de Negócios Leite da Castrolanda, Henrique Costales Junqueira, Presidente da Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação, Adriano Krzyuy, Gerente da Aceleradora Hotmilk, Leonardo Tostes, e o Mentor Endeavor, Ronaldo Ribeiro.
           
As soluções idealizadas utilizaram plataformas de inteligência artificial.  Os aplicativos eram voltados a questões relativas ao manejo preventivo, melhoria da qualidade das propriedades, do leite e da logística de transporte, a otimização da produção, cadastro de produtos sem lactose e locais onde podem ser encontrados, gerenciamento de problemas e a gestão de colaboradores das propriedades.
O projeto vencedor, apresentado pela equipe Internet of Cows, contempla um Sistema de Monitoramento Integrado. Juliano Valenga, membro da equipe, conta que o grupo possuía um profissional de cada área e que esta foi a primeira vez que participaram de uma maratona de programação. O sistema formado por vários sensores visa o bem estar animal, assim como maior produtividade e lucratividade do produtor. “Foi muito cansativo, foram horas sem dormir e tivemos alguns problemas no decorrer do processo que geraram stress, mas foram contornados. O saldo é totalmente positivo, não só pelo prêmio, mas por tornar a ideia realidade”, pontua Valenga.
           
O coordenador da área de Tecnologia da Informação da Castrolanda, Luiz Fernando de Sousa Frederico, agradeceu a participação de todos e o apoio da IBM, Sebrae, Castrolanda e Alegra Foods para a realização do evento. Frederico também ressaltou a sua satisfação com o nível dos projetos apresentados. “Espero que essa seja a primeira de muitas maratonas que iremos promover, pois a Castrolanda tem outros negócios além do leite. Esse evento já foi sensacional, desejo que os próximos sejam ainda melhores”, destacou o coordenador.
           
O Hackathon também atendeu a expectativa do cooperado Ronald Rabbers. “Vários assuntos foram abordados aqui e um pode ajudar o outro. Foi o primeiro e espero que tenhamos muitos pela frente”, citou. Rabbers acredita que em uma próxima edição seria interessante os produtores estarem mais próximos das equipes para que sejam pensadas soluções de problemas pontuais enfrentados dentro das propriedades como o que fazer com os dejetos, nutrição do rebanho e mensuração de sobras.
           
O grupo classificado em primeiro lugar recebeu um prêmio de R$ 5.000,00, uma vaga para o Programa de Aceleração Sebrae e 10 horas de consultoria. Já o segundo e terceiro lugar, foram conquistados pelas equipes Muh e Look Leite, que receberam os valores de R$ 3 e R$ 1 mil, respectivamente, e 10 horas de consultoria. 


NOSSAS PUBLICAÇÕES

SAC - Serviço de Atendimento Castrolanda
0800.421050 | 42 3234.8000